Sala de Imprensa

Introdução

A 350.org está construindo um movimento global para resolver a crise climática. As nossas campanhas on-line, organização de base e ações públicas de massa são coordenadas por uma rede global ativa em mais de 188 países.

Últimos press releases

12 Dezembro, 2015

350.org e Bill McKibben reagem ao Texto da COP21 sobre o Clima

COMUNICADO DE IMPRENSA

12 de dezembro de 2015

Contato: Jamie Henn, jamie@350.org, +33 06 27 91 89 25

 

Paris — A diretora executiva da 350.org, May Boeve, e o cofundador Bill McKibben publicaram as seguintes reações ao último texto do acordo climático em Paris.

Ao meio-dia de hoje (hora de Paris), mais de dez mil pessoas tomaram a Avenida da Grand Armée em Paris para desenrolar longas faixas vermelhas em tributo às vítimas dos desastres climáticos, para e mostrar seu comprometimento em manter a luta por justiça climática.

 

Bill McKibben, cofundador da 350.org:

“Todos os governos parecem agora reconhecer que a era dos combustíveis fósseis precisa acabar, e logo. Mas o poder da indústria dos combustíveis fósseis está refletido no texto, que prolonga a transição de tal forma que danos climáticos sem fim serão cometidos. Já que a velocidade é uma questão crucial agora, nós ativistas precisamos redobrar nossos esforços para enfraquecer essa indústria. O texto não salvou o planeta mas pode ter salvo a chance de salvar o planeta”.

 

May Boeve, diretora executiva da 350.org:

“Isso marca o fim da era dos combustíveis fósseis. Não há nenhuma forma de atingir as metas colocadas nesse acordo a não ser manter o carvão, o petróleo e o gás sob o solo. O texto deve mandar uma mensagem clara para os investidores em combustíveis fósseis: desinvistam já.

Nosso trabalho agora é fazer com que os países mantenham sua palavra e acelerem a transição para 100% de energia renovável. Mais de dez mil de nós foram para as ruas de Paris hoje para mostrar nosso comprometimento em manter a luta pela justiça climática, enquanto mais gente ainda protestava em outros lugares do mundo. Nossa mensagem é simples: um clima em que seja possível viver é a linha vermelha que estamos preparados para defender.

O texto final do acordo ainda tem lacunas muito sérias. Estamos muito preocupados com a exclusão dos direitos dos povos indígenas, a falta de financiamento para perdas e danos e, ainda que o texto reconheça a importância de manter o aquecimento global abaixo de 1,5°C, os compromissos atualmente assumidos pelos países ainda nos levariam a um aquecimento de mais de 3°C. Essas são linhas vermelhas que não podemos ultrapassar. Depois de Paris, vamos redobrar nossos esforços para trazer as soluções reais que a ciência e a justiça exigem”.

Press releases antigos

4 Novembro, 2015 Mesmo com intimidação, missão contra o fracking continua na Argentina
28 Junho, 2015 Milhares de pessoas se unem à marcha climática em Roma para celebrar o recente chamado do Papa por uma ação climática urgente
18 Junho, 2015 A diretora executiva da 350.org, May Boeve, deu a seguinte declaração sobre a encíclica do Papa Francisco a respeito do meio ambiente:
14 Janeiro, 2015 Papa é encorajado a retirar os investimentos do Vaticano em combustíveis fósseis antes de sua visita às Filipinas
1 Dezembro, 2014 Bill McKibben e 350.org recebem Nobel Alternativo
17 Outubro, 2014 Guerreiros do Clima do Pacífico vindos de 12 países bloqueiam o maior porto de exportação de carvão do mundo
19 Agosto, 2014 Campanha clama a Papa Francisco para que livre o Vaticano dos investimentos em combustíveis fósseis
14 Agosto, 2014 350.org lança um apelo global para a ação para a Cúpula das Nações Unidas sobre o Clima a ser realizada em setembro.
22 Novembro, 2013 As UN Talks Close in Warsaw, Climate Activists Turn to Challenging the Fossil Fuel Industry
21 Novembro, 2013 Civil Society Pushes to Block Fossil Fuel Lobbying from UN Climate Talks

 

Arquivo de Press Releases

Fotos e Logomarcas

Fotos de eventos da 350 ao redor do mundo estão disponíveis para download e uso gratuitos no nosso Flickr, onde você vai encontrar imagens com alta resolução.

Para fotos da campanha Tar Sands Action contra o oleoduto Keystone XL, por favor, clique aqui.