1,5 °C
=
Zero
combustíveis
fósseis.

Transmita a mensagem

É simples: para manter o aquecimento global abaixo de 1,5 °C, todas as reservas de carvão, petróleo e gás devem permanecer no subsolo.

No dia 8 de outubro, o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, em inglês) divulgará um relatório especial sobre a meta de 1,5 °C. Será um chamado de alerta para o mundo, pois o prazo para evitar mudanças climáticas desesperadoras está acabando – e rápido.

Para que tenhamos uma chance de manter o aquecimento abaixo de 1,5 °C, nenhum projeto de combustíveis fósseis pode avançar.

Já é sabido que a indústria dos combustíveis fósseis está causando a crise climática. Todas as instituições e esferas governamentais desempenham um papel importante na luta pelo fim dessa indústria inescrupulosa.

Precisamos exigir que todas as instituições retirem seu apoio das empresas vinculadas aos combustíveis fósseis – investimentos, patrocínios, subsídios, licenças – e se imponham diante da indústria, antes que seja tarde demais.

Divulgue o relatório:

Ajude a transmitir a mensagem sobre o limite de 1,5 °C.

Grupos em todo o mundo entregarão o relatório do IPCC diretamente às autoridades que apoiam a indústria dos combustíveis fósseis.

Você escolhe de que forma fará isso: entregando uma cópia impressa à autoridade ou instituição que você tem como alvo, estendendo faixas ou com uma formação de pessoas compondo uma frase – o que for preciso para transmitir a mensagem.

Planeje uma entrega
ou procure ações perto de você

A ciência do 1.5°C

Aquecimento

As temperaturas extremas podem ser quatro a cinco vezes mais altas do que a média global. Se ultrapassarmos o limite de 1,5 °C em direção aos 2 °C, muitos lugares esquentarão muito mais do que 0,5 °C – em algumas regiões, a temperatura pode aumentar outros 2 °C ou 2,5 °C.

Incêndios

Whittier Fire, Goleta, California (Credit: Glenn Beltz)

Os incêndios têm aumentado em frequência e intensidade. Um estudo publicado em 2012 previa que, sem a adoção de medidas drásticas e imediatas para reduzir a concentração de CO2 na atmosfera, a probabilidade de incêndios no mundo aumentaria 37,8% entre 2010 e 2039 (com aquecimento de até 1,5 ºC), e 61,9% entre 2070 e 2099 (com elevação acima de 3,5 ºC).

Tempestades

Sabe-se há anos que as mudanças climáticas aumentam a intensidade dos ciclones tropicais. Recentemente, diversos estudos sobre os efeitos do aquecimento nas precipitações anteciparam a lenta onda de tempestades do furacão Florence. A elevação da temperatura média global em 1,5 ºC ou 2 ºC aumentará ainda mais a umidade – cerca de 7% para cada 1 ºC acima da média.

Gelo marítimo + elevação do nível do mar

Centenas de milhões de pessoas, principalmente aquelas que vivem em áreas costeiras, estão em risco devido à elevação do nível do mar. Estima-se que, em 2030, 400 milhões de pessoas estejam vivendo em 23 megacidades litorâneas, incluindo 370 milhões vivendo nas costas da Ásia, da África e da América do Sul.

De acordo com cientistas, entre 28% e 44% do volume de geleiras dos dias de hoje é insustentável e poderia derreter com o clima atual (1 ºC acima da era pré-industrial). Um aquecimento de 1,5 ºC ou 2 ºC “levaria a 159 (115-179) e 191 (139-205) milímetros” de elevação do nível do mar devido ao derretimento das geleiras.

Alimentação e saúde

A disponibilidade e a qualidade da comida são afetadas por diferenças marcantes por conta da concentração de carbono na atmosfera. Um mundo 1,5 ºC mais quente proporciona uma quantidade maior de cultivos e uma comida mais nutritiva.

Efeito semelhante acontece na pesca. Com uma elevação de 1,5 ºC, há um “impacto considerável” na disponibilidade de captura e no tamanho dos peixes; se o aquecimento for maior, nos deparamos com um “grande impacto”.

O que está em jogo

Um movimento grande, ousado e criativo é nossa única esperança para solucionar a crise climática. Com embasamento científico e tendo a justiça como princípio, nossa mobilização deve aproveitar esse momento e aumentar as possibilidades.

Pessoas comuns de todos os estilos de vida já lideram o movimento climático em todo o mundo. O Dossiê das Pessoas pelo Clima sobre o limite de 1,5 °C contém histórias de lideranças e comunidades que lutam contra projetos de combustíveis fósseis, a favor de uma transição justa e imediata rumo a 100% de energia limpa, livre e renovável.

Baixe o Dossiê completo (PDF) ou leia as histórias abaixo.

Em defesa da Saúde Indígena

350.org Brasil participa das etapas locais da 6a Conferência Nacional de Saúde Indígena levando temas como Mudanças Climáticas, Fracking como esses temas afetam a saúde dos povos indígenas.

Inscreva-se

Receba atualizações:

A 350.org é movida por pessoas como você em todo o mundo.

Inscreva-se para receber atualizações por e-mail sobre os momentos em que você pode fazer a diferença.

Inscreva-se:

Olá !

Guardamos as suas informações de contato da última vez que você esteve por aqui. Por favor, clique no botão abaixo para continuar.

Não é ? Log out

Ao tomar essa ação, você está concordando com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Você pode cancelar sua inscrição quando quiser.

Ao tomar essa ação, você está concordando com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Você pode cancelar sua inscrição quando quiser.