26 Setembro, 2019

2ª Marcha Gaúcha pelo Clima reforça conscientização climática no Rio Grande do Sul

População da capital gaúcha está convidada para participar da ação que faz parte de um movimento global no qual mais de 6,1 mil manifestações serão realizadas em todo o  mundo

PORTO ALEGRE (RS) – Lutar contra o colapso climático é muito mais que se preocupar com as emissões e métricas científicas – para obter êxito, também é necessário sair às ruas e batalhar por um mundo justo e sustentável. Por isso, em um momento no qual mais de 6,1 mil mobilizações pelo clima estão acontecendo globalmente, a cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, se reunirá no Parque da Redenção, no dia 29 de setembro, a partir das 15h, para marchar em favor do clima. 

O evento está em sua segunda edição e, agora, além da organização da Todavida, entidade sem fins lucrativos que tem como objetivo promover o desenvolvimento sustentável e preservar o meio ambiente, conta com a participação da 350.org Brasil, que está realizando diversas ações no Rio Grande do Sul para evitar que um projeto de mina de carvão a céu aberto seja implantado a menos de 20 km da capital gaúcha, entre os municípios de Eldorado do Sul e Charqueadas. 

Para o gestor ambiental e organizador da 350.org Brasil, Renan Andrade, a 2ª Marcha Gaúcha pelo Clima ocorre em um momento muito importante na história de Porto Alegre e de seu estado. “Estamos alinhados com as Mobilizações Globais pelo Clima, que já contam com eventos em mais de 185 países, para pedir justiça climática e energias livres e limpas. Nós sabemos que o Rio Grande do Sul vem sofrendo investidas vorazes de empresas exploradoras de combustíveis fósseis, como no caso da Mina Guaíba, que poderá ser a maior mina de carvão a céu aberto da América Latina, e não podemos deixar isso acontecer. Os males do carvão, os desmontes das políticas públicas ambientais e as violações de direitos das comunidades tradicionais são pautas que estarão em evidência por aqui”, conta.

Para Andrade, as ações em prol do clima vão nortear os rumos da sobrevivência humana. “Nunca se discutiu tanto as questões climáticas como hoje, porém faltam ações efetivas de quem realmente toma as decisões”, diz.  “Quanto mais pessoas se envolverem com as questões do meio-ambiente e do clima, mais chances teremos, em um futuro próximo, de contarmos com lideranças mais sensíveis a essas causas, fazendo, assim, as mudanças necessárias”, complementa.

Renan ainda aponta que as ações se caracterizam como um pedido aos governantes de todo o mundo para olhar as questões ambientais e climáticas com outros olhos – sem serem vistas como “mercadorias”. 

Além da marcha, serão realizados diversos eventos com a temática durante a semana, como a segunda edição da Greve Climática Global, no dia 27 de setembro, organizada pela Fridays for Future do Rio Grande do Sul, e o Seminário sobre Mudanças Climáticas, no dia 26 de setembro, na Faculdade Factum, a partir das 19h. Mais informações podem ser obtidas na página da 350.org Brasil, Facebook e no site http://350.org/brasil.

SERVIÇO

2ª Marcha Gaúcha pelo Clima

Data: 29 de setembro de 2019

Horário: a partir das 15h

Local: Parque Farroupilha (Redenção) – Av. João Pessoa, S/N – Cidade Baixa, Porto Alegre – RS.

CONTATOS

Paulinne Giffhorn

Especialista em Comunicação da 350.org Brasil

+55 41 99823-1660

[email protected]

Sobre a 350.org Brasil e a causa climática

A 350.org é um movimento global de pessoas que trabalham para acabar com a era dos combustíveis fósseis e construir um mundo de energias renováveis e livres, lideradas pela comunidade e acessíveis a todos. Nossas ações vêm ao encontro de medidas que visem inibir a aceleração das mudanças climáticas pela ação humana, que incluem a manutenção das florestas.