Sobre a 350

A 350 está construindo um futuro justo, próspero, igualitário e seguro diante dos efeitos das mudanças climáticas.

Somos um movimento internacional de pessoas comuns que trabalham para acabar com a era dos combustíveis fósseis e construir um mundo de energias renováveis e livres, lideradas pela comunidade e acessíveis a todos.

Veja como alcançaremos esse objetivo:

1. Realizar uma transição justa e imediata rumo a 100% de energias renováveis e livres para todos

Acelerar a transição para uma economia energética nova e justa, apoiando soluções de energia lideradas pela comunidade.

2. Interromper novos projetos de combustíveis fósseis em todo o mundo.

Paralisar as estruturas existentes e proibir o desenvolvimento de novos projetos de petróleo, carvão e gás por meio de leis locais e resistência comunitária.

3. Nem um centavo a mais para a energia suja

Cortar as autorizações e o financiamento das empresas envolvidas com os combustíveis fósseis, retirando investimentos, fundos e patrocínios.

 

Robert Van Waarden / Survival Media

Valores

#1:

Somos ousadxs, criativxs e estratégicxs

A crise climática é enorme, precisamos ser ousados e corajosos para lutar contra ela. Abraçamos novos experimentos e soluções, pois reconhecemos que a crise climática exige formas inovadoras de resolver os problemas.


#2:

Lutamos por justiça

A batalha contra as mudanças climáticas é uma luta por justiça. Milhares de pessoas em todo mundo já sentem os impactos, mas quem sofre mais são as comunidades que menos contribuíram para os problemas.

O trabalho que desenvolvemos e o modo como trabalhamos devem levar em conta essa injustiça. Isso significa escutar as comunidades mais impactadas, amplificar as vozes que estão sendo silenciadas e acompanhar as lideranças que se colocam na linha de frente da crise.


#3:

Cuidamos uns dos outros e acreditamos em quem está à nossa volta

Nós cuidamos uns dos outros e de nossas comunidades, honramos uns aos outros em nossa abordagem que preza pela não-violência e compartilhamos esse espírito e aprendizado com os demais.

Ninguém tem todas as respostas. Por esse motivo, valorizamos a experiência e o conhecimento de nossos parceiros e das comunidades. É por isso que escutamos nossos aliados e comunidades, para que possamos aprender e evoluir com eles.


#4:

Somos mais fortes quando colaboramos

As mudanças climáticas não são apenas uma questão ambiental, econômica ou de justiça social – é tudo isso ao mesmo tempo. Trabalhar juntos é a única maneira de sermos fortes o suficiente para pressionarmos governos e nos posicionarmos contra a indústria dos combustíveis fósseis.

Isso significa unir as pessoas e construir alianças variadas: com estudantes, sindicatos e grupos que lutam pelos direitos humanos e por justiça social; com comunidades marginalizadas, grupos religiosos, universidades, donos de negócios e todos aqueles que acreditam na necessidade de uma transformação.


#5:

Somos transparentes e responsáveis

Para garantir a integridade do nosso trabalho, nos esforçamos para sermos abertos e transparentes, respeitando o direito de todos à privacidade e garantindo a segurança das pessoas.

Somos responsáveis uns pelos outros, em relação aos grupos com os quais colaboramos e com aqueles que são impactados pelo nosso trabalho. Dedicamos muita energia para honrar as relações que construímos com cada pessoa.

Photo: Sara Ravelo

História

A 350.org foi fundada em 2008 por um grupo de amigos universitários nos Estados Unidos, juntamente com o autor Bill McKibben, que escreveu um dos primeiros livros sobre o aquecimento global para o público em geral, com o objetivo de construir um movimento climático global. O nome da 350 vem de 350 partes por milhão, que é a concentração segura de dióxido de carbono na atmosfera.

Nossas primeiras ações foram dias globais de ação que conectaram ativistas e organizações em todo o mundo, incluindo o Dia Internacional de Ação Climática em 2009, o Global Work Party em 2010, Moving Planet em 2011. A 350 rapidamente se tornou uma colaboração mundial de organizadores, grupos comunitários e pessoas comuns lutando pelo futuro.

Hoje, a 350 trabalha em campanhas de base em todo o mundo: da oposição às fábricas de carvão e megadutos até a criação de soluções de energia renovável e corte dos laços financeiros da indústria de combustíveis fósseis. Todo o nosso trabalho aproveita o poder das pessoas para desmantelar a influência e a infraestrutura da indústria de combustíveis fósseis.

Alguns dos nossos momentos mais orgulhosos dos últimos anos incluem campanhas contra a Keystone XL e o Dakota Access nos Estados Unidos, campanhas para parar o fracking em centenas de cidades e estados do Brasil, quando nos juntamos a mobilizações de base históricas antes e depois do acordo climático de Paris e a pressão sobre centenas de Universidades, fundações, cidades e igrejas para alienar combustíveis fósseis.