26 Maio, 2018

Declaração da 350.org Brasil sobre a crise dos combustíveis que paralisou o país

BRASÍLIA — Com relação à crise gerada pelo aumento de preço dos combustíveis fósseis, que desencadeou a greve dos caminhoneiros, Nicole Figueiredo de Oliveira, Diretora da 350.org Brasil e América Latina, emite a seguinte declaração:

“A crise no abastecimento de combustíveis fósseis, que paralisou o país nos últimos dias, evidencia como a completa dependência da gasolina e do óleo diesel, ambos produtos derivados do petróleo, é um mal a ser cortado pela raiz.

Diferente de outras nações, que têm optado por rever suas matrizes energéticas e adotar padrões mais eficientes, com mudança de modais de transporte e redução de emissões, as escolhas de Michel Temer têm seguido sempre o caminho do atraso.

Assim como no caso da MP 795, que concedeu uma renúncia fiscal da ordem de um trilhão de Reais para petrolíferas multinacionais, a opção adotada pelo governo para tentar conter a crise neste momento, aumentando o subsídio ao óleo diesel, vai na contramão da necessidade de acabar com a dependência dos combustíveis fósseis, além de contrariar os compromissos de redução de emissões assumidos no Acordo de Paris.

O cenário de caos urbano, com filas quilométricas nos postos de gasolina, denuncia a urgência de uma transição rápida e justa para uma economia de baixo carbono, com geração local e distribuída de energia através de fontes renováveis, livres e acessíveis para todos. Essa é a verdadeira solução para a crise econômica, energética e climática que vivenciamos hoje.”

 

CONTATO: Nathália Clark, coordenadora de comunicação da 350.org Brasil e América Latina, [email protected] / +55 61 98160-5551